Declaração do Africans Rising sobre Especulação de Preços

O Africans Rising pela Justiça, Paz e Dignidade continua extremamente preocupado com as consequências da pandemia do COVID-19. Além de o vírus ter consequências desastrosas e mortais à saúde, algumas empresas e vendedores estão a usar essa pandemia como uma oportunidade para especular preços, aumentando os preços de produtos básicas de primeira necessidade (como alimentos e desinfectantes para as mãos) em uma extensão excessiva para seu próprio lucro. 

O movimento Africans Rising exorta aos governos africanos a intervir nessas práticas comerciais antiéticas. A especulação de preços viola os direitos humanos e do consumidor, deixando muitas pessoas incapazes de arcar com o custo de alimentos ou suprimentos de saúde necessários. Em tempos difíceis, todos nós merecemos acesso a alimentos e bens básicos a preços acessíveis, que nos permitem manter a nós mesmos e nossas famílias em segurança. Os governos têm a capacidade única de regular os negócios e garantir preços justos, e apelamos que usem sua autoridade para impedir que empresas e fornecedores oportunistas lucrem com essa crise de saúde global.

O nosso movimento apela aos governos africanos a implementarem medidas que protejam os direitos do consumidor. No exemplo de Ruanda, os governos podem definir preços de alimentos básicos como arroz, açúcar e óleo de cozinha para que as famílias possam pagar. Os governos também devem apoiar aos consumidores, mantendo-se vigilantes no monitoramento dos preços de mercado e criando linhas directas para que os consumidores denunciem empresas e fornecedores envolvidos na especulação (super facturação) de preços. 

Para garantir que os governos mantenham essa responsabilidade, solicitamos que nossos membros e apoiantes entrem em contacto com os ministérios e departamentos governamentais responsáveis pela supervisão de assuntos comerciais. Também solicitamos que preencha este formulário quando encontrar empresas ou fornecedores que aumentem os preços injustamente durante essa pandemia. À medida que recolhemos mais informações sobre as empresas que aproveitam esse momento de sofrimento, nosso movimento pode trabalhar melhor, junto com funcionários públicos, para tomar as medidas necessárias contra a especulação (super facturação de preços.

A vida nesta época do corona traz-nos muitas incertezas, mas uma coisa com a qual devemos contar é nossa capacidade de trabalhar juntos. O nosso movimento, Africans Rising, está a responsabilizar aos governos nessa pandemia. Todos nós precisamos tomar acções colectivas para garantir que os cidadãos possam salvaguardar a dignidade de suas vidas, alimentando e cuidando de suas famílias enquanto trabalhamos para acabar com a propagação desta doença. 

Juntos nos erguemos!

Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>