Declaração do Africans Rising sobre Brutalidade Policial e Militar em meio a Acções Preventivas ao COVID-19.

Como um Movimento que acredita na protecção dos africanos e de seus direitos humanos, reconhecemos que os líderes têm um papel importante na implementação de políticas para combater o COVID-19 e impedir a sua propagação. 

No entanto, é com muita tristeza que, em vários países, notamos incidentes recorrentes de violações de direitos humanos por parte das forças de segurança que usam força excessiva sobre civis em seus esforços para impor toques de recolher e lockdowns ordenados pelos governos que implementam medidas de distanciamento social. 

 O Africans Rising pela Justiça, Paz e Dignidade condena a violência exercida por entidades governamentais contra as pessoas pelas quais são mandatados para as proteger. Nosso Movimento pede a todos os governos africanos a considerem a vida, a segurança e o bem-estar de todos os cidadãos africanos e residentes em todos os momentos. Entendemos que as intenções dos governos são reduzir a disseminação do COVID-19, mas lamentamos o facto de que esta crise está a oferecer às forças de segurança uma oportunidade de intimidar e aterrorizar civis desarmados. Repressão e coerção não são meios eficazes de disciplinar os cidadãos. Acreditamos que, se nações de todo o mundo conseguem  manter semanas de bloqueios sem essas violações dos direitos humanos, isso também poderá ser alcançado em África.

No espírito de construção da paz e desenvolvimento sustentável, desejamos propor formas mais civis e legais de lidar com indivíduos que desrespeitam as leis estabelecidas.

Apelamos a vários governos africanos a:

  1. Publicarem regulamentos para agências de segurança que estão a aplicar medidas de distanciamento social.
  2. Educar as massas sobre a importância dos toques de recolha e lockdowns na prevenção da propagação da doença.
  3. Envolver organizações da sociedade civil, igrejas e líderes tradicionais para ajudar a aplicar as várias medidas que estão a ser implementadas.
  4. Prover necessidades básicas às pessoas pobres e vulneráveis  
  5. Elaborar planos de saúde abrangentes.

Nós, como Africans Rising, acreditamos que o combate a esta doença depende em grande parte de nossas contribuições individuais. É imperativo que unamos as pessoas para que juntas possam lutar contra o coronavírus, não desumanizar e alienar as pessoas mais vulneráveis à doença. 

Instamos os governos africanos a agir imediatamente para cessar o abuso. 

Solidariamente,
Africans Rising!

Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>